sábado, 8 de maio de 2010

Saudade

Dora Brisa

De repente, bateu em mim
Uma saudade,
Saudade do que nunca tive...
Saudade dos teus olhos nos meus,
Saudade do teu sorriso lindo,
Saudade dos nossos papos infindáveis,
Saudade do nosso silêncio...

De repente, bateu em mim
Uma só vontade,
Vontade de correr pra você,
Vontade de te abraçar,
Vontade de te dizer tantas coisas,
Vontade de brincar com você,
Vontade de, com você, me calar...

De repente, bateu em mim
Um sonho mágico de
Estar contigo,
Sentir teu colo,
Teu abrigo...

De repente, bateu em mim
Esta falta de você,
Esta tua ausência forte,
Este querer a tua presença...

De repente, bateu em mim
Uma vontade louca de chorar,
Chorar por não ter você aqui,
Chorar por sentir tua presença,
Chorar por sentir teu abraço, tua lágrima...

De repente, bateu em mim
Tua presença forte,
Teu sorriso mais lindo,
Teu abraço doce...

De repente,
De repente, bateu em mim
Uma vontade de recostar
Meu coração no teu colo,
E permitir-me sonhar...

Voz - Sereníssima:
video

Um comentário:

  1. Oi Dora! Me vejo no teu versejar, parece que as tuas saudades, são as minhas. Bjs amiga!

    ResponderExcluir