quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Em mim também

Olavo Bilac

Em mim também, que descuidado vistes,
Encantado e aumentando o próprio encanto,
Tereis notado que outras cousas canto
Muito diversas das que outrora ouvistes.

Mas amastes, sem dúvida ... Portanto,
Meditai nas tristezas que sentistes:
Que eu, por mim, não conheço cousas tristes,
Que mais aflijam, que torturem tanto.

Quem ama inventa as penas em que vive;
E, em lugar de acalmar as penas, antes
Busca novo pesar com que as avive.

Pois sabei que é por isso que assim ando:
que é dos loucos somente e dos amantes,
na maior alegria, andar chorando.

Voz – Eduardo Cunha:
video

2 comentários:

  1. Lindo demais!!! Adorei ouvir. Beijos

    ResponderExcluir
  2. ...quem ama inventa as penas em que vive!
    lindo poema, muito bom de ouvir Eduardo!
    beijo linda amiga!

    ResponderExcluir