sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Nós mesmos nós

Dora Brisa

Bebemos o mesmo vinho
o mesmo pranto

Trocamos o mesmo carinho
o mesmo encanto

Perseguimos a mesma verdade
a mesma ilusão

Guardamos a mesma saudade
a mesma paixão

Lambemos o mesmo prato
a mesma ferida

Sofremos o mesmo desacato
a mesma despedida

Dividimos o mesmo cobertor
o mesmo vazio

Sentimos o mesmo tremor
o mesmo frio

Conhecemos a mesma linguagem
a mesma mímica

Parecemos a mesma folhagem
a mesma química

Saciamos o mesmo olhar
a mesma sede

Deitamos no mesmo mar
na mesma rede

Antevemos o mesmo futuro
o mesmo fim

Destruímos o mesmo muro
o mesmo jardim

Sentimos a mesma calma
a mesma ira

Somos a mesma fauna
a mesma mentira

Perdemos o mesmo trem
a mesma vida

Negamos o mesmo além
a mesma guarida

Sentamos no mesmo caminho
no mesmo avião

Fugimos do mesmo ninho
do mesmo trovão

Choramos a mesma dor
a mesma solidão

Carregamos a mesma flor
a mesma canção

Morremos no mesmo chão
na mesma melancolia

Nascemos no mesmo coração
na mesma poesia

Assim somos nós
Tecendo nossos nós.

Voz - Elisa:
video

Nenhum comentário:

Postar um comentário